Acessar agora

Porque contratar uma assistente virtual é para você, SIM!

Você sabe o quanto de dinheiro consegue fazer com seu tempo? Todo serviço que prestamos ou produto que oferecemos demanda dedicação em tempo que vai gerar seu lucro. Sabendo que, por exemplo, você é capaz de gerar por meio da sua atividade-fim um lucro de xis reais a hora, não importando o valor, podemos supor que, quanto mais tempo você tem para produzir ou para se dedicar a melhorias pessoais ou profissionais, seu lucro por hora tende a aumentar gradativamente, concorda?

Acontece que, nenhum negócio é limitado à atividade-fim. Existem as atividades-meio, que devem ser realizadas de forma profissional, garantindo que a jornada do seu cliente seja tão satisfatória, que ele sempre retorne com o sentimento de: "não largo mais esse profissional e quero indicar esse negócio para todo mundo, porque é bom demais pra mim".

 

De forma bem resumida, é o que todo empreendedor quer: alto retorno, cliente fidelizado, ser referência naquilo que faz e, claro, crescer! O grande desafio, no entanto, é manter em equilíbrio uma série de pratinhos que, separados, parecem não tomar muito tempo, mas juntos, refletem o lucro que você deixou de ter fazendo coisas que não te trazem retorno diretamente.

 

Agora, pensa aqui comigo! Considere o que você ganha por hora, quando usa seu tempo com foco total para uma entrega real para seu cliente. Se você investir um percentual desse valor para investir na contratação de alguém, que fará a atividade por você, você poderá fazer novamente o mesmo valor hora. É um investimento de alto valor de retorno.

Vamos para um exemplo prático. Você é ________________ (preencha com sua atividade profissional) e cada hora de trabalho sua gera R$100. Dentre as atividades mais comumente delegadas pelos autônomos, profissionais liberais e empreendedores está o atendimento ao cliente. Digamos que você invista 50% desse valor para que uma assistente virtual possa realizar essa tarefa para você por uma hora, ou seja, você recebe R$100 e investe R$50.

 

O que você está realmente recebendo com esse investimento?

  • Uma hora do seu tempo para ganhar outros R$100;
  • Atendimento ao cliente realizado de forma profissional;
  • Cliente satisfeito por estar recebendo uma resposta assertiva, de forma humanizada e acolhedora;
  • Refletir sucesso e deixar seu cliente orgulhoso ("Uau! O fulano está crescendo e tem até assistente!")
  • Causar ótima impressão em novos clientes ("Essa empresa/ esse profissional tem uma equipe por trás, deve ser bem sólido")
  • Uma hora do seu tempo para aprimorar conhecimentos e aumentar o seu valor hora para além de R$100.

 

A partir daqui, vou listar algumas das principais dúvidas que você pode ter em relação a esse tipo de contratação:

  • Você está considerando somente o valor hora, e os demais custos?

Os demais custos em relação à profissional que prestará os serviços não existem mesmo. Você estará contratando e pagando pelos serviços prestados e não por um funcionário. Por isso, não existem os custos trabalhistas, nem os custos de estrutura física, nem os custos de equipamentos, nem os de locomoção.

O que pode ser adicionado é o custo de uma ferramenta específica se for necessário, por exemplo: o custo de um sistema de agendamentos ou de controle financeiro. A assistente virtual possui seus equipamentos de trabalho próprios como computador e internet.

 

  • Qual a garantia de que não há vínculo empregatício nessa forma de contratar?

O vínculo trabalhista é configurado quando: é contratada pessoa física e o trabalho é realizado de forma subordinada, pessoal, não-eventual e onerosa.

As assistentes virtuais certificadas pela Just são todas pessoas jurídicas, pois possuem, no mínimo, suas empresas formalizadas como MEI - Microempreendedor Individual.

O trabalho não é realizado de forma subordinada, pois todas são profissionais que atuarão como parceiras de negócio, estabelecendo os processos e entregando soluções.

Não há pessoalidade, pois não é um trabalho exclusivo. A profissão de assistente virtual é pautada na economia colaborativa e sua disponibilidade de trabalho pode ser compartilhada com outros contratantes.

Há eventualidade pois o contrato de prestação de serviço será por tempo determinado ou para determinado projeto.

Não é oneroso pois não há pagamento de salário.

 

  • Que atividades uma assistente virtual pode realizar para mim ou para meu negócio?

As possibilidades são inúmeras. Além do atendimento ao cliente que já citamos, alguns dos serviços mais buscados são:

  • controle financeiro;
  • gestão de agenda;
  • agendamento de pagamentos;
  • alimentação de sistemas;
  • organização de documentos eletrônicos;
  • prospecção de clientes;
  • criação de textos (conteúdo) e
  • muitos outros.

 

Todos nós profissionais temos um limite de produtividade. Temos todos as mesmas 24 horas todos os dias. Quando somos a principal engrenagem do nosso negócio, precisamos otimizar cada vez mais esse tempo e investir na multiplicação dele, o que só é possível, quando temos parceiros que podem cuidar de outros processos ao mesmo tempo que rodamos a atividade núcleo da nossa empresa. Quanto melhor (e não exatamente mais) você investe no seu tempo, nos seus processos, na jornada do seu cliente, na digitalização do seu negócio, mais você cresce forte e sustentável.

Segundo o site Endeavor Brasil, não delegar limita o crescimento da empresa, pois "ao cuidar demais de tarefas operacionais, pode não sobrar tempo para pensar na estratégia do negócio". Permita-se tirar algumas coisas da sua responsabilidade para liberar mais tempo e energia, entregando cada vez melhor e expandindo seu negócio. E, se você se sentir perdido nesse processo ou quiser tirar mais dúvidas, fale com a gente.

 

Michelle Andrade Diniz

Sócia Just Virtual Real

Este site utiliza recursos próprios e de terceiros que gravam algumas informações sobre seus visitantes. Se preferir, você pode negar a sua utilização. Clique aqui para saber mais. Ao continuar navegando pelo site, ou clicando em qualquer elemento do site, você está de acordo com a utilização destes recursos.